Despertar da Lótus

amantes 2

Conhecia-te de uma vida inteira, mas bastara-se, contudo, o intervalo de um instante para que o amor latente, no solo endurecido do meu coração, germinasse para surgir tão vigoroso quanto a Lótus, que desperta de pantanosas profundezas, ainda que séculos levem a noite dos tempos, para enfim desabrochar majestosa, com todo o seu enigmático encanto.

Em um dia que já se aproximava do fim, o sol poente coloria o céu com matizes particulares…o tempo ameno, o frio vento do atlântico norte soprava-nos inéditas inspirações… a ansiosa lua antecipara o seu despertar, alojando-se na linha quase perpendicular aos nossos olhos, deixando a noite por derradeira, quebrando toda a lógica do tempo… então, mergulhados no mar de águas mornas, entreolhamo-nos… nada mais foi dito, parara-se o tempo, sobrepujara-se o desejo, despertara-se o sentimento latente… tocaram-se os corpos, ao descompasso do coração, selara-se o beijo… de amor, de ternura.. de eternidade!

Hênio Aragão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: