Trincheiras da Vida

O guerreiro com sua espada aguerrida atravessa a existência como quem penetra os campos de Júpiter,
suprimindo seus carnífices e subjugando os deuses da guerra,
impiedosos e vorazes,
movido pela força dos Martins singulares da vida,
aqueles que encaram quotidianamente desvanecedoras batalhas nesta guerra infindável da existência.
A força, guerreiro, está na alma!
Cair pode ser inevitável, porém, levantar-se após uma derrota é uma escolha…
o sucesso na guerra é uma conseqüência!
Assim, guerreiro, cava em teu solo árido, porém fecundo, as brechas através da qual penetrarão a luz e a água para que germinem tuas virtudes…
único modo pelo qual vencerá, no final das contas, a grande batalha da vida.
Então, poderás olhar para trás e vislumbrar o grande caminho percorrido e se orgulhará, não obstante, da tua hombridade, da tua história laboriosa e sofrida…
e diante disso, então,
compreenderás que de nada serve a conquista sem a ação laboriosa,
pois o que vale no final de tudo é a bagagem que construímos ao longo dos tempos,
que nos configuram verdadeiros heróis.

Hênio Aragão

Anúncios

3 responses to this post.

  1. Posted by Saulo Veras on 01/12/2011 at 21:39

    Verdade!!!
    Verdade!!!

    Responder

  2. Posted by Katiane on 01/12/2011 at 21:39

    Hérois! Tema muito interessante para servir de reflexão! Quem são nosso heróis?

    Responder

  3. Posted by williane on 01/12/2011 at 21:39

    Que lindo Hênio,
    você é de uma sensibilidade magnifica.
    Parabens.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: