Náusea Paixão

42-17843723

Não existe nada mais vil do que a própria paixão…
ela impregna por todos os poros e cala a razão
é sorrateira,
não tem cartão de visita.

E o que você sente quando ela jaz presente?
−Sentimos tudo…
até o que não existe em sentimentos!

Paixão é exacerbação,
é o pequeno em demasia…
É turbilhão que logo em breve se acaba…
E o que resta? O nada!
Porque paixão é antes de tudo uma grande ilusão…

E é por tudo isso, paixão, que te peço complacência de mim

Então, por que não me matas por completo?!!
Por que tanto me dilaceras?
Tu és sombra que existe nos recônditos profundos e sombrios da minha alma!

Quando penso que já não mais há, eis que se apresenta
E é por tudo isso que te peço,
deixe-me ou mate-me…
e só!
Porque quem ama não é mais nada…
é só o amor!

Que me deixes de uma vez ou que se transforme em amor límpido e sereno
−Que seja amor puro e verdadeiro!
E se te encontras agora neste dilema
a culpa não é minha,
é tua!

Oh! Musa,
Por que me cativaste?
Até quando hei de viver sob a peçonha inoculada pelo teu ósculo?

Amo-te tanto!

Deixa-me, meu amor, os pensamentos por um instante,
para que eu busque as explicações que preciso,
para que eu sinta e veja
Que tu és a única coisa que existe e o que importa agora!…

e agora?!
Agora sim!
Deixa-me ir…
Liberta-me do cárcere da paixão
Dá-me a liberdade do amor
Deixa-me ir…
Ir além!!!

Hênio Aragão

Anúncios

One response to this post.

  1. Como sempre, a sensibilidade a toda prova. Um abraço, meu irmão!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: