Poeta

42-17128209

Perguntaram-me certa vez se eu fazia poesias…
Ao que respondi positivamente:
“— como não?!”
Há meu tempo, o indaguei sobre a mesma questão…
Então ele disse:
“— sim, escrevo algumas coisas!”
Ora, não lhe perguntei se escreve poesias, mas se faz poesia
Endereçou-me então os seguintes termos:
“— és louco?”
Ao que respondi:
“— Não! Sou poeta!”

Hênio Aragão

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Solange Costa on 01/12/2011 at 21:39

    Hênio,
    Gostei do texto, dessa relação entre fazer poesia (ser- ontológica) e escrever poesia (ente- ôntica). Fazer poesia, é ser tomado pela atividade, com as musas falando a seu ouvido e não ordená-la mecanicamente como quem supõe escrevê-la. Lembrei-me de um livro muito bacana do poeta Rilke, se chama “Cartas a um jovem poeta”, nele Rilke conta sobre suas correspondências com um leitor que anseia por descobrir s e é ou não poeta. Abs, Profa. Solange

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: