Ânsia de Amar

Nesse momento, amor meu, não quero falar…

Quero sentir tudo isso que me chega ao coração

Não é saudade, posto nossos corpos ainda não se conhecerem…

Sobre a ânsia de sentir teu calor, divago… Perco-me na imensidão do cosmos, meu cosmos!

Roubar-te-ei um dia um beijo, perco-me neste doce sonho… Não me culpes por isso, será o mais terno dos crimes…

Como é possível então, responda-me, alguém ser punido antes do crime?

Ah! Teu beijo… Já o posso sentir… Quanta ternura!

Nesta embriaguês profunda quero perder-me… ao acordar deparar-me-ei com teu cheiro… ah! Teu cheiro… me perguntas então como posso senti-lo… respondo-te, querida… é o cheiro do lírio que sobrevém quando te busco nos pensamentos…

Tuas delicadas mãos… Oh! Por que, destino, mo pune deveras? Nem o direito a saudades me concede… a ansiedade… esta toma seu lugar.

Assim… aguardo o dia em que te contemplarei estupefato… os astros a nos assistirem atônitos, iluminando nosso palco…

Neste doce encanto por enquanto permaneço… até o dia em que os sonhos se configurem reais…

Hênio Aragão

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Erlane Sousa on 01/12/2011 at 21:39

    Cantar o amor torna-o eterno. Vivenciá-lo torna-o real…e é uma maravilha torná-lo realidade. Não desejo que ninguém só o sonhe. Anceio que todos nós possamos senti-lo. É humano e divino amar com toda nossa alma. Alguém sabe de outro sentimento mais nobre e maravilhoso que o amor? Parabéns pelo texto Hênio!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: